STF nega liminar contra reajuste dos servidores

 

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, negou nesta quinta-feira (28/7), o pedido de liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5562 movida pelo governo do Rio Grande do Sul contra o reajuste de 8,13% concedido aos servidores. Pela decisão, o assunto fica em suspenso até o fim do recesso, que termina na segunda-feira (1/8), quando, então, o relator da matéria ministro Luiz Fux poderá apreciar novamente o pedido do governador José Ivo Sartori.

 

O reajuste dos servidores do Poder Judiciário foi aprovado na forma do PL 368 na Assembleia Legislativa. Frente ao veto do governador, a matéria voltou à Casa Legislativa onde o veto foi derrubado. 

 

Foto Carlos Humberto / STF