Carta de Porto Alegre pede votação da PEC 555/2006

Representantes do funcionalismo público e da sociedade gaúcha reuniram-se neste dia 28 de abril em uma grande audiência pública na Câmara de Vereadores de Porto Alegre para exigir urgência na votação da PEC 555/2006, que trata da extinção da cobrança da contribuição previdenciária dos servidores inativos e pensionistas. Os debates resultaram na redação da chamada “Carta de Porto Alegre”, que será entregue aos deputados federais. No texto, os servidores pedem apoio para que a PEC seja incluída na pauta de votação da Câmara Federal em Brasília, visando sua pronta aprovação.
Coordenado pela União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública (União Gaúcha), o ato contou com a colaboração do presidente da ASJ e também representante da Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP), Paulo Olympio, na mesa de trabalho. "O tema é relevante e precisa de prioridade em Brasília", pontuou Olympio. O evento ainda teve a presença do vereador Airto Ferronato. Também integraram a mesa o presidente da União Gaúcha, Celso Malhiani; a presidente da ANFIP, Margarida Lopes de Araújo, e o presidente do Instituto Movimento dos Servidores Aposentados e Pensionistas (Mosap), Edson Haubert.

Crédito fotos: Júlia Klein