Falta de segurança nos Fóruns é tema de audiência na AL

O deputado estadual Pedro Ruas entregará pessoalmente documento ao Judiciário solicitando que armas de fogo não sejam mais armazenadas nos Fóruns. A decisão foi tomada em audiência pública da Comissão de Segurança e Serviços Públicos, na tarde desta sexta-feira (07/04), na Assembleia Legislativa, que reuniu servidores e entidades sindicais para discutir a falta de segurança no ambiente de trabalho. 

O presidente da Associação dos Servidores do Judiciário (ASJ), Paulo Olympio, que esteve presente na mesa, ressaltou que a falta de segurança pode acarretar profundos traumas na vida dos servidores. “Além da falta de segurança, a possibilidade do servidor sofrer algum tipo de violência já traz um estrago muito grande para a saúde destas pessoas”. Muitos servidores relataram se sentir vulneráveis pela presença de armas de fogo e de provas de processos nos Fóruns, enquanto a segurança externa dos prédios está comprometida. O Secretário Geral  do Sindicato dos Servidores da Justiça do RS (Sindjus), Davi Pio da Silva Santos, ressaltou que os que mais sofrem são os plantonistas quando precisam ir trabalhar durante a madrugada. “Tínhamos equipes de segurança em todos os prédios. Com a nova política do TJ, de contenção de despesas, este serviço foi radicalmente cortado, fazendo com que os servidores entrem nos prédios completamente desguarnecidos”, completa. 

Pensando na segurança dos servidores enquanto a questão não é resolvida, o 2º Secretário Geral do Sindjus, Flávio Luís Ribeiro, sugere que os plantonistas tenham acesso à rede do Judiciário em casa, assim como os juízes. Desta maneira, os servidores não precisariam colocar a sua vida em risco, já que em muitas cidades do Estado ocorreram casos de assalto e de sequestro. 

A audiência foi realizada a pedido do Sindjus, que relatou a desativação da segurança externa nos Fóruns. A segurança era feita por contratos terceirizados, que foram cancelados. A Administração do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) havia confirmado presença de desembargador, mas até o final da audiência, o representante não apareceu. O deputado Pedro Ruas também irá entregar ao TJRS a ata da audiência pública com os tópicos tratados e as posições apresentadas pelos servidores.

Foto: Marcelo Bertani | Agência ALRS