Apoio à paralisação do dia 4 de agosto

 

A Associação dos Servidores da Justiça do RS (ASJ) e a União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública declaram o seu apoio ao movimento de paralisação dos servidores do funcionalismo público, a ser realizado nessa quinta-feira (04/08), devido a atrasos e parcelamento dos salários.

Diante do alerta publicado pelas entidades representativas da Segurança Pública do Estado, que chama atenção da sociedade gaúcha para que as pessoas evitem sair as ruas, o presidente da ASJ, Paulo Olympio, encaminhou um ofício ao Presidente do Tribunal de Justiça do RS, Luiz Felipe Silveira Difini, onde solicita o abono das faltas aos servidores da justiça ao trabalho, bem como a suspensão dos prazos judiciais e administrativos, como medida preventiva à exposição do público interno e externo.

Preocupada pela falta de segurança que deverá imperar no dia, a ASJ também informa aos associados, que por decisão de sua mesa diretora, visando à segurança preventiva dos colaboradores, não irá realizar expediente nessa quinta-feira, dia 04/08.

A União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública também apoia a paralisação e todas as manifestações que visam demonstrar à sociedade gaúcha a importância de um serviço público de qualidade e contra toda e qualquer atitude que desestruture o Estado e afete a vida dos servidores.

Conforme decidido em sessão plenária, a União Gaúcha também orienta aos servidores públicos a não comparecerem ao trabalho no dia 4 de agosto, devido à ausência de prestação de segurança à comunidade. Além disso, a União Gaúcha recomenda às entidades filiadas,  a avaliarem a adoção de medida similar, objetivando a proteção e defesa de seus associados.