Entidades pressionam por veto ao projeto de redução de servidores licenciados

Lideranças que fazem parte do Movimento Unificado dos Servidores Estaduais (MUS) e outras entidades sindicais e associativas do Rio Grande do Sul participaram na tarde desta quarta-feira (6/9) de reunião com o chefe da Casa Civil, Fabio Branco, e com o deputado e líder do governo na AL, Gabriel Souza. O encontro, que teve como pauta o Projeto de Lei (PL) 148, que trata da dispensa de servidores da Administração Pública Direta e Indireta para o exercício de mandato eletivo em confederação, federação, sindicato ou associação de classe, resultou na abertura de uma mesa de negociações. Após cada dirigente presente expor sua contrariedade e solicitar a retirada do artigo 62, que determina regime de urgência para votação do projeto, ficou acordado que, na próxima segunda-feira (11/9), será realizada uma nova reunião, às 17h, na Casa Civil, para que ambas as partes apresentem uma contraproposta e seja possível chegar a um acordo. 

O presidente da ASJ, Paulo Olympio, participou da reunião representando também a Federação das Associações de Servidores Públicos do RS (Fasp/RS), da qual é vice-presidente. "Já existe previsto em lei uma estrutura mínima de acordo com as necessidades de cada entidade", comentou Olympio, destacando que os servidores licenciados trabalham em prol não somente dos associados, mas de toda uma categoria. Além disso, o dirigente destacou a importância dos servidores na gestão das entidades, até mesmo para aproximá-las da categoria. Na visão do MUS, a proposta, se aprovada, vai sucatear a força sindical e associativa que é de extrema importância para a categoria. 

O deputado Gabriel Souza reconheceu a necessidade de diálogo sobre o tema. "Vamos fazer um exercício de quanto cada entidade pode liberar de acordo com a proporção dos associados, pois hoje é algo disforme, não existe um padrão", comentou o parlamentar. "Vamos ter total disponibilidade. Estaremos com toda a nossa equipe à disposição", acrescentou Fábio Branco.

Texto e Foto: Bruna Karpinski